Notícias

Medicamentos fitoterápicos serão fabricados no Polo Agroalimentar de Arapiraca

No laboratório de físico-química, os membros do projeto poderão fabricar os medicamentos que serão disponibilizados para a comunidade, inclusive para o SUS
Texto de Clau Soares

O Polo Tecnológico Agroalimentar de Arapiraca da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) é o novo parceiro do projeto “Saúde que Vem da Terra” do Centro de Apoio às Escolas do Campo Adalberto Saturnino de Almeida, no povoado Batingas, com atuação desde 1996 e coordenado pela professora da rede municipal de ensino de Arapiraca, Edinalva Pinheiro, com a colaboração da técnica aposentada da Emater, Maria Morais Miranda.

 

Os trabalhos da parceria foram iniciados nesta terça-feira (8), no laboratório de físico-química do Polo, com uma palestra acerca dos princípios da farmácia viva, ministrada pela professora Natália Velasquez.

 

A professora Edinalva Pinheiro destacou a relevância do apoio do Polo para a continuidade do projeto que fornece medicamentos fitoterápicos, produzidos a partir de plantas medicinais cultivadas nas escolas incluídas no projeto, para a comunidade onde está inserida e ainda para visitantes – uma vez que a iniciativa é conhecida em todo o País, tendo ganhado 14 prêmios locais e nacionais. “Esta parceria (com o Polo) está abrindo as portas”, enfatizou.

 

No laboratório de físico-química, cuja coordenação é da professora da Uneal Janesmar Cavalcanti, os membros do projeto poderão fabricar, seguindo as boas práticas legais, os medicamentos que serão disponibilizados para a comunidade, inclusive para o SUS. Todo o trabalho será acompanhado pelos farmacêuticos Fernando Pimentel e Cristiane Barros.

A equipe do “Saúde que Vem da Terra” vai utilizar a estrutura do Polo Agroalimentar por três dias, na semana. Estudantes do curso de Ciências Biológicas, bolsistas, também poderão acompanhar o trabalho.

 

A coordenadora acadêmica do Polo, professora Esmeralda Lopes, informou que a iniciativa faz parte do “Pesquisa-Ação”, programa de extensão tecnológica do Polo Agroalimentar, que visa atrair iniciativas que contribuam para o desenvolvimento da ciência direcionada às comunidades.

 

Segundo a coordenadora administrativa, professora Kátia Santos Bezerra, uma das missões do Polo é atender o pequeno agricultor e a comunidade em geral. “O polo Agroalimentar está aberto às demais instituições de ensino, pesquisa e extensão, para firmar parcerias. O projeto “Saúde que vem da terra”, da professora Edinalva Pinheiro, será uma grande contribuição para a nossa população, em especial às comunidades carentes, e ainda para incentivar futuras pesquisas na Uneal”, frisou.

 

O reitor da Uneal Jairo José Campos da Costa enfatizou a importância social da parceria. “Parcerias como estas demonstram o verdadeiro potencial do Polo. Medicamentos naturais, produzidos em nossos laboratórios do Polo Agroalimentar de Arapiraca, poderão chegar ainda mais à população, com a certeza da qualidade e propriedades fitoterápicas. Parabéns a todos os envolvidos.

Artigos relacionados
DestaquesNotícias

TAP confirma manutenção do voo Lisboa/Maceió e aguarda liberação para turistas brasileiros

A companhia aérea portuguesa TAP confirmou com exclusividade ao portal circuitoalagoas.com.br, que os voos Lisboa/Maceió continuarão e que não existe…
DestaquesNotícias

Ex-CEO TAP e AZUL lança plataforma de viagens no Brasil

Antonoaldo Neves estreia como empreendedor com a P2D Travel, primeira plataforma digital que permite a criação gratuita de agências de…
DestaquesNotícias

Circuito Penedo de Cinema lança edital para propostas de identidade visual

Inscrições são on-line e os trabalhos devem ser enviados até o dia 31 de maio  O Circuito Penedo de Cinema,…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :