Geral

ENCERRAMENTO DE LIXÃO

ENCERRAMENTO DE LIXÃO

Mais um prefeito dá exemplo de respeito ao meio ambiente e à lei e encerra oficialmente um lixão. Eduardo Tavares, prefeito de Traipu, vinha desde que assumiu o cargo planejando o encerramento do local onde eram colocados os resíduos da cidade, destinando-os para o local devidamente certificado pela legislação ambiental em vigor. O prefeito Eduardo Tavares oficializou o fechamento do lixão na quinta-feira, 30, em um ato simbólico que contou com a presença do presidente do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas, (IMA/AL), Gustavo Lopes. Há aproximadamente dois meses, o lixo recolhido em Traipu segue para a Central de Tratamento de Resíduos Sólidos (CTR) do município de Craíbas. Segundo ele, foi um ato histórico e importante para o meio ambiente e para o Rio São Francisco, principalmente porque cumpre a legislação que rege a política nacional de resíduos sólidos. Os resíduos seguem, agora, para um local ambientalmente correto e que atende às exigências legais. Eduardo Tavares disse que, a partir de agora, a próxima etapa será recuperar o local onde funcionava o lixão, atualmente totalmente limpo. Segundo o prefeito, será feito o reflorestamento do local e futuramente ele será transformado em uma área de convivência social, que muito beneficiará a população, principalmente a que mora no entorno. O prefeito encerrou ainda outros dois lixões na zona rural do município, em Mumbaça e em Olho d’Água da Cerca. O descarte também segue para a mesma CTR em Craíbas.

TRAIPU/REFLORESTAMENTO

No local do antigo lixão de Traipu, serão plantadas, inicialmente, 70 mudas de árvores (ingazeiras, aroeiras, palmeiras nativas). Para simbolizar a iniciativa, o prefeito, Eduardo Tavares, o vice-prefeito, Cavalcante, e o presidente do IMA, Gustavo Lopes, plantaram mudas no local, com o apoio de garis, margaridas e dos escoteiros mirins.

TRAIPU/DIGNIDADE

Durante a solenidade de encerramento do lixão, o prefeito Eduardo Tavares conversou com os garis e com as margaridas que se encontravam no local. Ele pôde conferir o zelo com que trabalham fazendo a limpeza da cidade, além da satisfação por se sentirem respeitados e dignos. Muitos deles moram perto do antigo lixão. Eles disseram o quanto a vida melhorou após a desativação.

ECOTURISMO

As Unidades de Conservação ambiental vão receber visitação turística, graças a um acordo de cooperação assinado entre o Ministério do Meio Ambiente (MMA), o Instituto Chico Mendes de Preservação da Biodiversidade (ICMBio) e a Empresa Brasileira de Turismo (Embratur). A medida será integrada à promoção da diversidade sociocultural e da proteção da biodiversidade nessas áreas.

ECOTURISMO 2

A visitação às UCs chegou a 8,29 milhões em 2016. “Estamos tendo a oportunidade de dar o pontapé inicial para uma estratégia que movimenta a economia”, declarou Marx Beltrão. Segundo ele, será feita a divulgação das UCs junto às operadoras de turismo. De acordo com o estudo de competitividade do Fórum Econômico Mundial, o Brasil é o País que tem mais atrativos naturais no mundo. O relatório avalia mais de 130 nações.

POR MOZART LUNA

Coluna completa nas bancas ou no formato digital

Artigos relacionados
CotidianoGeral

Barra de Sto Antônio homenageia São Sebastião

Toda comunidade católica da Barra de Santo Antônio está oração em homenagem a São Sebastião desde o dia 17, quando…
CotidianoGeral

Governo de Sergipe realiza audiência pública sobre concessão do Centro de Convenções

A Secretaria de Estado do Turismo de Sergipe (Setur) realizou audiência pública sobre o projeto de concessão onerosa do Centro…
CotidianoGeral

Reconstruir a AMA

A disputa pela presidência da Associação dos Municípios Alagoanos começou e merece todo aplauso porque é fruto da democracia e…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :