Notícias

Ação educativa do Ronda no Bairro leva famílias ao Mirante do Jacintinho

Ação envolveu órgãos como o Corpo de Bombeiros, que passou noções de primeiros socorros às crianças do Jacintinho
Texto de Ana Daniella Leite

As famílias do Jacintinho puderam aproveitar uma manhã diferente neste sábado (20). A partir das sugestões da própria comunidade, a Equipe de Mobilização Social do Ronda no Bairro criou uma programação variada e de cunho educativo para os moradores e as crianças que frequentam a Praça do Mirante, onde fica localizada a Casa de Direitos, equipamento social coordenado pela Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev). A titular da pasta, Esvalda Bittencourt, prestigiou todo o evento.

 

A programação teve início com a chegada dos Patrulheiros Mirins da Base Comunitária do bairro, projeto desenvolvido pela Polícia Militar de Alagoas (PMAL). O grupo chamou a atenção de todos pela disciplina e comprometimento durante as atividades na praça, características conquistadas após se engajarem no projeto, como afirmou Maria Laudijane Melo, mãe de três dos cerca de 30 jovens Patrulheiros. “Há quatro anos eles participam e gostam muito, aconselho aos pais que também incentivem os seus filhos a participar. E a ideia de realizar atividades na praça é maravilhosa”, avaliou.

 

Com base na experiência exitosa do projeto, o Ronda no Bairro irá criar os Patrulheiros Ambientais, numa parceria com o Instituto de Meio Ambiente (IMA), que levou às crianças uma palestra sobre educação ambiental e explicou conceitos inerentes a reciclagem, ao consumo correto da água potável e os benefícios de cuidar do meio ambiente. Além disso, sorteou bonés, discos de praia, quebra-cabeças e o lápis-semente, que após ser usado pode ser plantado. Isso mesmo, o lápis contém uma semente que germinará em contato com a terra, e foi alvo fácil do desejo das crianças.

 

 

A iniciativa contou também com o envolvimento de secretarias e de outros órgãos estaduais. O Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL) ensinou noções de primeiros socorros e as crianças se divertiram aprendendo a imobilizar uma pessoa corretamente em caso de necessidade e a como evitar acidentes domésticos, por exemplo. Já a guarnição do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) explicou um pouco sobre como funciona a rotina de trabalho no Batalhão e a importância de se respeitar as leis de trânsito. Além disso, realizou o desejo delas em conhecer uma viatura de perto, ligar a sirene do veículo foi o ponto alto entre os pequenos curiosos.

 

O Ronda no Bairro é um programa amplo e consegue envolver ações das mais variadas atribuições do Estado. Por isso, é considerado um programa de Governo e está sob a alçada das secretarias de Prevenção à Violência (Seprev); da Segurança Pública (SSP); da Assistência Social (Seades) e da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) e tem por base os seguintes eixos de atuação: segurança de proximidade; abordagem social/comunitária; atenção à população em situação de vulnerabilidade social e articulação para a requalificação de espaços de convivência mútua degradados.

 

“Tudo o que foi planejado está sendo colocado em prática, conforme orientação do governador Renan Filho. O programa é abrangente, vai além apenas do policiamento como a população está acostumada a ver. Nós estamos aqui para estreitar laços com as pessoas, estamos aqui para devolver os espaços de convivência mútua aos moradores, aos comerciantes e aos frequentadores do bairro. Queremos protegê-los, mas também queremos que entendam que os equipamentos e serviços públicos precisam ser utilizados por quem de direito, que é a população honesta e trabalhadora”, concluiu o coordenador-geral do Ronda no Bairro, coronel RR Maxwell Santos.

O programa

 

O Ronda no Bairro atua com 60 policiais militares, da ativa e da reserva, na área comercial do Jacintinho, no trecho compreendido entre a TV Ponta Verde até a Madeireira Malta. O patrulhamento de proximidade é feito a pé, de moto e de bicicleta, em dois turnos de serviço.

 

Além disso, rende atenção à mediação de conflitos urbanos e ao enfrentamento ao Crime Violento Contra o Patrimônio (CVP) – caracterizado pelo furto, roubo e depredação de prédios e espaços públicos. Essas ações acontecem de forma integrada com o Centro Integrado Operacional de Segurança Pública (Ciosp), com o videomonitoramento de Maceió, o Disque Denúncia (181) e o Serviço de Inteligência do Sistema de Segurança Pública.

Artigos relacionados
DestaquesNotícias

União Européia analisa certificados de vacinas para ajudar o turismo de verão

BRUXELAS (AP) – A União Europeia está estudando um certificado de vacina comum para ajudar a levar os viajantes aos…
DestaquesNotícias

Grupos ambientais pedem a Justiça redução de emissões de gases dos aviões

Grupos de defesa do meio ambiente entraram com uma petição no tribunal federal de apelações em Washington, nos Estados Unidos,…
DestaquesNotícias

Arapiraca está a beira do colapso no atendimento de saúde devido a demissões

O presidente da Câmara Municipal de Arapiraca, Thiago do ML, disse que o quadro da pandemia em Arapiraca é preocupante…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :