Notícias

MTur tem R$ 750 milhões em obras contratadas com o Governo de Alagoas e municípios

Lançamento do Plano Nacional de Turismo aconteceu quarta-feira (28), no Hotel Ritz Lagoa da Anta, o Plano Nacional de Turismo
Texto de Severino Carvalho

Um trabalho integrado e que aproximou o Ministério do Turismo (MTur) dos municípios alagoanos e do Governo do Estado. Foi dessa forma que o governador Renan Filho definiu a passagem do alagoano Marx Beltrão pela pasta ministerial. O chefe do Executivo prestigiou, na manhã desta quarta-feira (28), o lançamento Plano Nacional de Turismo (PNT 2018 / 2022).

 

No período de 18 meses em que Marx Beltrão esteve à frente do MTur, foram destinados R$ 750 milhões em obras de infraestrutura turística contratadas pelo Ministério em convênios firmados com o Governo do Estado e os municípios alagoanos, informou o ministro.

Lançamento do Plano Nacional de Turismo em Alagoas (Foto: Márcio Ferreira)

“Aqui em Alagoas, tivemos muitos benefícios que resultaram do trabalho feito pelo ministro Marx Beltrão em Brasília. Foi um trabalho que aproximou o Ministério do Turismo dos municípios alagoanos e do Governo do Estado. De forma integrada, foram discutidos os grandes temas e viabilizados os recursos, ao lado da bancada Federal. Isso promove o setor como um todo, gera empregos, dinamiza nossa economia e, por isso, o turismo é, por esse esforço coletivo, uma de nossas principais atividades econômicas hoje”, declarou o governador.

Prestes a deixar o comando do Ministério do Turismo, Marx Beltrão divulgou, nesta quarta-feira, no Hotel Ritz Lagoa da Anta, o Plano Nacional de Turismo, o banco de imagens do setor e fez uma “prestação de contas” do período em que esteve à frente da pasta. O evento reuniu o trade turístico de Alagoas, lideranças políticas e gestores locais. O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, também prestigiou a solenidade.

 

“Estou muito contente com os resultados em todo o Brasil, especialmente em Alagoas, com essa parceria com o governador Renan Filho. Estamos fazendo com que o Estado possa crescer e avançar no turismo, que já é a segunda maior atividade econômica de Alagoas. Muitos hotéis foram inaugurados do ano passado para cá e temos cerca de 20 outros em construção. Isso fomenta a economia e gera emprego”, afirmou o ministro.

Lançamento do Plano Nacional de Turismo em Alagoas (Foto: Márcio Ferreira)

Marx Beltrão recordou que no último verão mais de 600 mil turistas visitaram Alagoas, movimentando mais de R$ 1 bilhão na economia do Estado. “Para que você tenha uma noção, nos últimos dois meses, Alagoas recebeu a mesma quantidade de turistas internacionais que absorveu durante toda a metade do ano passado. Ou seja, a gente avançou mais de 300% em 2017 e seguimos avançando esse ano. Isso é muito importante”, completou Renan Filho.

 

O governador destacou, ainda, as obras de infraestrutura turística executadas pelo Estado por meio de convênios com o MTur e o Ministério de Portos, Aeroportos e Aviação, também dirigido por um alagoano, Maurício Quintella.

 

“Alagoas tem muitos investimentos em infraestrutura turística, que possibilitam, sobretudo, os investimentos da iniciativa privada, por exemplo: a duplicação entre Maceió e Arapiraca, cujos recursos para o primeiro trecho foram viabilizados pelo senador Renan Calheiros e pelo ministro Marx Beltrão; e a duplicação da AL-101 Norte, que anda a passos largos. Cerca de R$ 75 milhões já estão garantidos para a continuidade dessa obra até a Barra de Santo Antônio, isso só para citar dois exemplos”, declarou Renan Filho.

 

Plano

Sobre o Plano Nacional de Turismo, trata-se de um documento referencial, que tem como meta aumentar o número de turistas internacionais no Brasil de 6,6 milhões para 12 milhões; elevar a receita com o turismo internacional de US$ 6 bilhões para US$ 19 bilhões; ampliar o mercado interno de viagens de 60 milhões de pessoas para 100 milhões e expandir de 7 milhões para 9 milhões o número de empregos no ramo.

Lançamento do Plano Nacional de Turismo em Alagoas (Foto: Márcio Ferreira)

“Nós estamos muito contentes com os resultados nacionais. O turismo brasileiro, no ano de 2017, bateu todos os recordes. Fizemos mais movimentações nacionais e internacionais do que nos anos da Copa do Mundo e das Olimpíadas, isso demonstra que o Brasil está no caminho certo, no caminho para o futuro”, declarou o ministro.

 

Marx Beltrão aproveitou o evento para anunciar que a equipe técnica do MTur trabalha na reformulação do Programa Nacional de Desenvolvimento e Estruturação do Turismo. Com juros e prazos diferenciados, a linha de crédito tem R$ 5 bilhões disponibilizados por organismos internacionais – Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) – para estados e municípios que estejam no Mapa do Turismo Brasileiro e possuam mais de 100 mil habitantes.

Artigos relacionados
DestaquesNotícias

Análise: CEO Airbnb faz diz que mercado de viagens jamais será o mesmo

O Airbnb teve um ano de 2020 tumultuado, indo desde o planejamento de um IPO no início do ano até a perda…
DestaquesNotícias

Pesquisa aponta volta das viagens de negócios nos Estados Unidos

A maioria dos viajantes a negócios espera voltar à estrada em meados de 2021, de acordo com uma pesquisa realizada…
DestaquesNotícias

Liberação de brasileiros para os Estados Unidos continua valendo

Até agora o novo Governo Norte Americano não se posicionou oficialmente com alguma medida sobre a liberação do acesso de…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :