Notícias

Feira da Reforma Agrária reúne trabalhadores rurais na Praça da Faculdade

Começou nesta quarta-feira (5), na Praça da Faculdade, no bairro do Prado, em Maceió, mais uma edição da Feira da Reforma Agrária, que reúne trabalhadores rurais de vários municípios de Alagoas. A feira acontece até sábado, sempre das 5h às 22h.

Além da comercialização de produtos sem agrotóxicos, cultivados por trabalhadores Sem Terra de todo o estado e vendidos a um preço acessível, o evento também conta com uma programação cultural e um restaurante, onde as pessoas podem fazer refeições com “gostinho do interior”.

De acordo com Débora Nunes, da coordenação nacional do MST, a Feira é um importante momento de aproximação do campo com a cidade. “É durante os dias de Feira que a população consegue enxergar concretamente os resultados da luta e da organização dos Sem Terra. Quem visita a feira compreende que a produção de alimentos em nossas bancas, que é resultado das ocupações, marchas e das diversas lutas realizadas na defesa da Reforma Agrária e dos direitos do povo”, pontuou.

Programação

Além das mais de 200 bancas organizadas ao longo da praça no bairro do Prado, quem visitar a feira também poderá participar de uma série de atividades, além de acompanhar uma vasta programação.

O tradicional Festival de Cultura Popular que, este ano, conta com cerca de 20 atrações, vai levar uma diversidade de atividades culturais à Praça, como o Coco de Roda, Maracatu, Samba, Forró, com a participação de diversos grupos culturais e artistas, como é o caso da patrimônio vivo da cultura alagoana, Dona Zeza do Coco, que vai ao palco na primeira noite do Festival.

“Uma das novidades esse ano da Feira é o Palco Raquel Xukuru-Kariri, um novo polo de atrações culturais que vai funcionar durante todas as tardes, com atividades diversas como teatro, poesia e oficinas de artes”, explicou José Roberto, da coordenação do MST.

O palco que vai homenagear a líder indígena de Palmeira dos Índios que morreu esse ano e deve movimentar as tardes da feira com diversas linguagens da arte e da cultura.

“Além disso, o Restaurante Popular vai funcionar todos os dias com o melhor da culinária da roça, com um cardápio exclusivo para os homens e mulheres que queiram saborear um bom café da manhã, almoço ou jantar com gostinho do campo”, disse José Roberto.

Artigos relacionados
DestaquesNotícias

Empresários do turismo elaboram proposta de plano de manejo do Vale dos Mestres, em Sergipe

Um dos atrativos turísticos da região dos Canions do São Francisco, o Vale dos Mestre foi interditado através de uma…
BLOG DO BALÃODestaquesNotícias

Grupo Vila Galé continua sempre perto de você com a excelência em hotelaria

O grupo hoteleiro português Vila Galé tem sido um exemplo de solidez e compromisso com seus clientes e manteve e…
ALAGOASNotícias

Presidente da AMA cobra esclarecimento técnico oficial sobre eficácia da vacinação com prazo estendido coronavirus

Presidente da AMA cobra esclarecimento técnico oficial sobre eficácia da vacinação com prazo estendido coronavirus Com a redução de imunizantes…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :