Notícias

Governo Federal solicita levantamento de vítimas de rachaduras no Pinheiro

Governo Federal solicita levantamento no bairro do Pinheiro

Um levantamento solicitado pelo Governo Federal está sendo realizado pela Defesa Civil Municipal para colher informações sobre as famílias que moram no Pinheiro, bairro que ainda sofre com rachaduras desde o tremor que ocorreu no mês de março deste ano. Em nota, a assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Semds) informou que o objetivo é que o censo registre o quantitativo real de moradores da região atingida, informando a faixa etária e a renda de cada um.

No entanto, os moradores da região estão divulgando nas redes sociais que no próximo mês será decretado estado de emergência para que os recursos necessários sejam viabilizados. Ainda em nota, a Semds explicou que o decreto é um mecanismo que será avaliado em futuras reuniões em Brasília. “Pode ser recomendado pelo Governo Federal para agilizar a liberação de recursos para ações de prevenção e reconstrução que podem ser apontadas pelos pesquisadores”, disse.

Ainda conforme o órgão, um novo estudo para identificar a causa das rachaduras será realizado no mês de novembro, desta vez, com uma série de equipamentos com capacidade de alcance superior, podendo chegar até três mil metros. Esses materiais serão viabilizados pelo Governo Federal.

Artigos relacionados
ALAGOASCotidianoDestaquesNotíciasSertão

Mix Supermercado é inaugurado em Delmiro gerando emprego e renda

Empreendimento faz parte do Complexo Shopping da Vila que será concluído em julho com 500 novos postos de trabalho e…
DestaquesNotícias

Promoção! Passagens GOL R$ 99,90

A Gol realiza um Feirão de Aniversário em celebração aos seus 20 anos de história, celebrados nesta sexta-feira (15). Até…
ALAGOASDestaquesNotícias

Governo Federal alinha ações de investimento em turismo em Alagoas

Alagoas tem uma vocação para turística e isto é um fato que é facilmente constatado e para alinhar ações e…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :