Geral

Janeiro termina com – 28,32% de FPM

 

O mês de janeiro termina com uma queda de Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de 28,32%, fato considerado preocupante para os prefeitos, porque o ano já começa negativo. O último repasse foi depositado hoje a zero horas nas contas das prefeituras com 12,44% menor que a mesma do ano passado. O valor total soma R$ 3.111.421.606,81, já descontada a parcela de retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).  Do total repassado para os Municípios, os de coeficientes 0,6, que representam a maioria – 44,07% ou 2.454 –, vão repartir R$ 770.340.312,79, o equivalente a 19,81% do repasse deste decêndio. Vale destacar que coeficientes de mesmo número recebem quantias diferentes de acordo com o Estado, uma vez que cada um tem um valor de participação no Fundo. Por exemplo, um Município de coeficiente 0,6 em Mato Grosso receberá o valor bruto de R$ 264.211,59, enquanto um Município da Paraíba receberá R$ 333.341,09, também sem os descontos. Já os Municípios de coeficientes 4,0 (166 ou 2,98%) ficarão com o valor de R$ 498.192.464,80, ou seja, 12,81% do que será transferido nesta semana.


Avaliação

 

Na avaliação dos economistas no comportamento de cada mês do fundo, percebe-se que há dois ciclos. No primeiro semestre estão os maiores repasses (fevereiro e maio). Já no outro ciclo, de julho a outubro, os repasses diminuem significativamente, com destaque para setembro e outubro.

 

Arapiraca/Hospital

 

Arapiraca viveu um momento histórico ontem com a doação da área para instalação do Hospital do Amor (Hospital de Barreto), bastante conhecido no Brasil pelo trabalho que faz no atendimento gratuito às crianças portadoras e Câncer. O prefeito Rogério Teófilo deixa sua  primeiro no mandato a frente da prefeitura, com uma grande realização para história de Arapiraca e também do Agreste.

 

Arapiraca/ Hospital 2

 

Assinatura da cessão da área para o Hospital do Amor, teve a presença dos vereadores e representantes da sociedade civil organizada. A unidade de saúde será construída com uma emenda da deputada federal Tereza Neuma e do senador Rodrigo Cunha, no valor de R$ 20 milhões. A obra começa este ano com previsão de conclusão já no próximo ano.

 

Arapiraca/saúde móvel

 

O Hospital do Amor, vai também disponibilizar unidade móveis, que vão percorrer as comunidades rurais, para realizar exames preventivos gratuitos. Isto vai possibilitar a cura do Câncer e diminuir o sofrimento do povo humilde e sofrido, que tem se submetido aos tratamentos dilacerantes que são realizados atualmente e que apenas prolongam o sofrimento dos pacientes, gerando custos altíssimos aos cofres públicos.

 

Porto de Pedras

 

O prefeito de Porto de Pedras obteve a garantia do secretário estadual de planejamento, Maurício Quintella de que o Governo do Estado vai complementar com recursos, a recuperação da passarela de pedestres sobre o rio Tatuamunha. Há três anos que a população aguarda a obra, que já tem recursos federais garantidos, através de emenda parlamentar do deputado federal Marx Beltrão, no valor de R$ 900 mil.

 

Porto de Pedras 2

 

A obra não foi realizada até hoje porque as empresas alegam, que os recursos disponibilizados, não dão para concluir a passarela. Segundo o prefeito o total do custo da obra é R$ 1,3 milhões. A passarela tem cerca de 350 metros de extensão e é utilizada pela população local, para chegar à praia. Pescadores e marisqueiras são os que mais usam a passarela, que agora também virou atração turística, porque passa em meio ao manguezal

 

Porto Calvo

 

O ex-prefeito de Porto Calvo Antônio Carlos está entusiasmado com seu projeto em disputar a eleição para prefeito. Contudo não deixa de reconhecer que precisa realizar alianças políticas para baratear os custos da campanha e também conseguir votos. Par isso vem tentando convencer o ex-prefeito Kaika a apoiá-lo.

 

Coeficiente eleitoral

 

A eleição desse ano tem novas regras eleitorais. A princípio se elegerá o que tiver mais votos, dentro da legenda, mas para isso é preciso saber o coeficiente eleitoral da legenda. Nossa coluna está consultando juristas e em breve estaremos esclarecendo as novas regras eleitorais. O que já se sabe é que os partidos nanicos vão desaparecer e com eles os poca urnas.

 

Jacuípe

 

Circula nos bastidores a informação de que o prefeito de Jacuípe, Júnior Carro Velho, poderá não disputar a reeleição. O motivo é sua situação perante o eleitorado, que tem na preferência os candidatos de oposição, que se uniram todos contra o prefeito. O ex-prefeito Amaro Jorge está no comando das articulações, provando que lideranças política não compra, mas se conquista.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Artigos relacionados
CotidianoGeral

Governo de Sergipe realiza audiência pública sobre concessão do Centro de Convenções

A Secretaria de Estado do Turismo de Sergipe (Setur) realizou audiência pública sobre o projeto de concessão onerosa do Centro…
CotidianoGeral

Reconstruir a AMA

A disputa pela presidência da Associação dos Municípios Alagoanos começou e merece todo aplauso porque é fruto da democracia e…
Geral

Embratur lança selo comemorativo aos 54 anos de existência na promoção internacional do Brasil

O presidente da Embratur Gilson Neto apresentou o selo comemorativa aos 54 anos da Instituição em cerimônia em Brasília com…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :