GeralNotícias

FPM tem aumento de 10,89%

 

A segunda parcela do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de marços foi depositada hoje a zero hora nas contas das prefeituras com aumento de 10.89% em relação a mesma do ano passado. No total o FPM já representa neste início de ano um aumento de 2,73% em relação ao mesmo período de 2019. O total depositado é de R$ 521 milhões, entre as 5.568 prefeituras, considerando o porcentual destinado a educação. Sem a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), no segundo decêndio, o Fundo totalizará R$ 651 milhões.  Ao aplicar a inflação do período, sobre os montantes, o saldo positivo do decêndio reduz de 10,89% para 7,42. Desse total, 2.454 localidades de coeficientes 0,6 ficarão com quase R$ 129 milhões enquanto 166

Conforme mostra o levantamento da CNM, além da retenção constitucional do Fundeb, os Entes municipais devem aplicar 15% em saúde e 1% deve ser destinado ao Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). A instabilidade do Fundo é uma constante preocupação dos gestores, e a tensão aumenta com o provável crescimento dos casos de coronavírus – Covid 19 no país.

 

Reforma tributária

 

O levantamento indica ainda fraco crescimento da economia. Contudo, projetos em tramitação no Congresso Nacional podem amenizar a pressão orçamentária municipal como, por exemplo, a regulamentação do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS), reforma tributária, novo critério de reajuste do piso nacional do magistério. A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a redistribuição dos royalties de petróleo também se enquadra.

 

 

Cânions

 

Estão suspensos todos os passeios turísticos na região que integra a APA do Monumento de Conservação do São Francisco. A duração, a princípio é de cinco dias, a partir de terça-feira. Os passeios de barco, com turistas está proibida, mas a navegação por ser feita sem problemas. As trilhas também estão proibidas.

 

Maragogi

 

Os empresários do setor de turismo de Maragogi concordam com a necessidade de uma parada total nas atividades das piscinas, para garantir a interrupção da cadeia de contaminação do coronavírus. Uma paralisação pode ajudar a quebrar essa cadeia e a situação voltar ao normal.

 

 

Municípios

 

Se faz necessário a suspensão imediata de todas às unidades de ensino e treinamento ou formação profissional.  Os municípios já deveriam ter tomando essa iniciativa e ter decretado   essa suspensão de forma coletiva, assim como a fiscalização para evitar aglomerações e vias públicas.

 

Cultos religiosos

 

As celebrações religiosas vão ser tornar um problema grave de saúde pública, se os próprios líderes e responsáveis não se conscientizem da necessidade de suspender, por pelos menos 15 dias, essas atividades. A aglomeração de pessoas é tudo que o coronavírus precisa para contaminar e matar as pessoas.

 

Supermercados

 

A correria aos supermercados vem sendo notada nos últimos dias. Começa a falta produtos, principalmente hortifrutigranjeiros. Outra observação é quanto a proteção dos funcionários dos supermercados que estão sem equipamento como máscaras e luvas e álcool em gel para limpeza das mãos.

 

Política

 

Os pré-candidatos a prefeito e vereador deram uma parada nas suas andanças nos municípios. Entretanto todos estão trabalhando nos bastidores, usando as redes sociais para falar com seus eleitores. Entretanto aquele abraço apertado e as tradicionais tapinhas nas costas fazem muita falta.

 

Arapiraca

 

A situação da maioria dos vereadores de Arapiraca para se reelegerem é muito difícil. Para os observadores políticos dos senadinhos do município 50% dos vereadores não conseguirão se reeleger. O povo que mudanças e sente que a atual Câmara não representa a população de Arapiraca.

 

 

Arapiraca 2

 

As tempestades que caído sobre a capital alagoana do Agreste tem castigado as ruas com inundações. O volume de água que caiu em Arapiraca esta semana equivale a todo mês de fevereiro. As inundações são consequência também do lixo que a população joga nas ruas. Plantam agora têm que colher.

 

Arapiraca 3

 

Os servidores da Câmara de Arapiraca devem realizar hoje uma assembleia geral para decidir se paralisam suas atividades. Os trabalhadores querem 10% de aumento, mas o presidente Jairo Barros diz que o dinheiro está curto.

 

 

 

 

Artigos relacionados
DestaquesNotícias

União Européia analisa certificados de vacinas para ajudar o turismo de verão

BRUXELAS (AP) – A União Europeia está estudando um certificado de vacina comum para ajudar a levar os viajantes aos…
DestaquesNotícias

Grupos ambientais pedem a Justiça redução de emissões de gases dos aviões

Grupos de defesa do meio ambiente entraram com uma petição no tribunal federal de apelações em Washington, nos Estados Unidos,…
DestaquesNotícias

Arapiraca está a beira do colapso no atendimento de saúde devido a demissões

O presidente da Câmara Municipal de Arapiraca, Thiago do ML, disse que o quadro da pandemia em Arapiraca é preocupante…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :