CapitalNotícias

Covid-19: Junta Técnica suspende vistorias até o dia 22

Atendendo recomendação da Defesa Civil de Maceió, os trabalhos da Junta Técnica para análise dos imóveis que se encontram em área de monitoramento no Mapa de Setorização de Danos e de Linha de Ações Prioritárias – que abrange os bairros Pinheiro, Mutange, Bebedouro e Bom Parto – estão suspensos temporariamente a partir desta segunda-feira (11) até o dia 22 de maio. A suspensão considera a prorrogação do decreto municipal que dispõe sobre as ações de enfrentamento ao Covid-19.

A medida se faz necessária devido ao alto risco de infecção nas atividades de campo, mesmo com todas as equipes utilizando Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), uma vez que houve aumento na taxa de infecção nos bairros afetados pela instabilidade de solo e há casos suspeitos de infecção entre os profissionais que atuam. A intenção é salvaguardar a saúde dos profissionais que trabalham no atendimento ao público e a população que solicita o serviço.

Devido à suspensão temporária, todos os agendamentos realizados para este período estão sendo cancelados e serão reagendados no retorno das atividades. “Estas pessoas estão sendo comunicadas por telefone da suspensão das visitas e retomaremos os agendamentos com o retorno das atividades, prevista para 23 de maio”, explica o engenheiro civil e representante da Defesa Civil de Maceió na Junta Técnica, Victor Azevedo.

Junta Técnica avalia em imóveis com fissuras em evolução dentro do Mapa de Setorização de Danos (Foto: Ascom Defesa Civil)

Os trabalhos da Junta Técnica tiveram início no dia 15 de abril deste ano. Neste período, foram solicitadas um total de 493 vistorias em imóveis na área de criticidade 01 do Mapa de Setorização de Danos e de Linhas de Ações Prioritárias. Deste total, 179 já receberam a Visita Técnica e 56 delas já têm parecer final da Junta Técnica.

Dos 56 processos que têm parecer final da Junta Técnica, 46 receberam recomendação de realocação e devem passar a ser atendidas pela empresa Braskem no Programa de Apoio à Realocação e Compensação Financeira.

Junta Técnica

A Junta Técnica é formada por representantes da Defesa Civil Municipal, Defesa Civil Nacional e Braskem e suas ações estão previstas no Termo de Acordo Para Apoio na Desocupação das Áreas de Risco, celebrado entre MPF, MPE, DPU, DPE e a Braskem, e homologado nos autos dos processos n° 0803836-61.2019.4.05.8000 e n° 0806577-74.2019.4.05.8000.

O trabalho da Junta Técnica tem a finalidade de analisar as solicitações de vistorias em imóveis que apresentam evolução de fissuras e rachaduras e se encontram em área de monitoramento no Mapa de Setorização de Danos e emitir parecer que define a classificação de risco do imóvel e se há necessidade de realocação. Os casos de realocação serão inseridos no Programa de Apoio à Realocação e Compensação Financeira da Braskem.

Flávia Duarte/ Ascom Defesa Civil

Artigos relacionados
DestaquesNotícias

Transporte de resíduos e rejeitos terá que ser cadastrado em sistema online

Toda empresa geradora de resíduos sólido e rejeitos têm até o dia 23 de março para se cadastrar ao Sistema…
CotidianoNotícias

No último dia 15 a Prefeitura realizou o primeiro dia do aulão do Enem

O primeiro evento desse nível realizado na nossa cidade pela gestão da Prefeita Lívia Carla e hoje daremos continuidade ao…
ALAGOASCotidianoDestaquesNotíciasSertão

Mix Supermercado é inaugurado em Delmiro gerando emprego e renda

Empreendimento faz parte do Complexo Shopping da Vila que será concluído em julho com 500 novos postos de trabalho e…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :