ALAGOAS

Máscara só reduz transmissão da Covid-19 se for usada corretamente, alertam médicos

O uso de máscara de proteção individual é consenso entre a comunidade científica mundial no combate e prevenção à Covid-19. Em Alagoas, a obrigatoriedade do uso para a população entrou em vigor no dia 6 de maio. Especialistas alertam, no entanto, que a eficácia da medida depende da utilização correta.

“Se for utilizada de forma incorreta pode ser um meio de contaminação”, confirma o médico Elias Bonifácio, que atua como preceptor do estágio de Medicina de Família e Comunidade na Universidade Tiradentes (Unit). As principais recomendações incluem a cobertura da boca, nariz e queixo ao mesmo tempo;  e evitar ao máximo tocar no lado externo. “Quando você toca na frente da máscara e depois no nariz ou nos olhos, por exemplo, isso pode levar ao contágio”, esclarece.

Segundo recomendação do Ministério da Saúde, a proteção deve ser trocada ou descartada sempre que estiver úmida ou suja – ou a cada duas horas. Por isso, deve-se levar mais de uma máscara ao sair de casa. Para retirar a máscara, pegue no laço ou elástico, evitando tocar na parte da frente. Se precisar trocar a máscara caseira, coloque em saco plástico ou envelope e lave com água e sabão ao chegar em casa.

Para o médico Marcos Davi Melo, o uso desse tipo de proteção é indispensável para se preservar vidas: “Usar máscara individual sempre que sair de casa é um ato de respeito, consideração e amor ao próximo. É indispensável para evitar ainda mais mortes de inocentes pela Covid-19 e deixar ainda mais famílias enlutadas. Uma atitude muito civilizada e muito responsável. Só faz o bem”, reitera o médico. 

Distribuição em Alagoas – Por meio do projeto Proteção Para Todos, da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), estão sendo distribuídas pelo estado 1 milhão de máscaras adquiriras por edital. 

A medida é importante diante de estudos que comprovam a eficácia  do uso durante a pandemia do novo coronavírus. Recente estudo da Universidade de Cambridge mostra que o uso correto da máscara pode reduzir drasticamente a taxa de transmissão quando usadas por um número de pessoas suficiente e combinada com outras medidas, como o distanciamento social. “Se o uso generalizado de máscaras pelo público for combinado com distanciamento físico e algum confinamento, poderá oferecer uma maneira aceitável de lidar com a pandemia e retomar a atividade econômica muito antes da vacina”, afirma o pesquisador Richard Stutt, coautor do estudo.

SECOM/GOVERNO DO ESTADO

Artigos relacionados
ALAGOASDestaquesNotícias

Entrelaços: exposição no Parque Shopping apresenta peças em bordados e rendas

Entre pontos, tramas e tecidos, a história de tradições familiares e da cultura alagoana é traduzida em peças de bordados…
ALAGOASCotidianoDestaquesNotíciasSertão

Mix Supermercado é inaugurado em Delmiro gerando emprego e renda

Empreendimento faz parte do Complexo Shopping da Vila que será concluído em julho com 500 novos postos de trabalho e…
ALAGOASDestaquesNotícias

Governo Federal alinha ações de investimento em turismo em Alagoas

Alagoas tem uma vocação para turística e isto é um fato que é facilmente constatado e para alinhar ações e…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :