Notícias

Reclassificação do aeroporto completa 7 meses travado e Aena diz está acompanhando o processo

O aeroporto Zumbi dos Palmares continua ainda sem obter a reclassificação Delta (4D), que possibilitaria a colocação de Alagoas na rota internacional de várias companhias aéreas da Europa; além de facilitar a vinda de voos charters, que sempre sofrem com a demora do processo burocráticos para se obter uma licença especial.

O processo se encontra há sete meses “travado”, na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), sem nenhuma informação sobre os motivos dessa estagnação. Mês passado surgiu a informação dos corredores do Congresso em Brasília, que se tratava de “retaliação”, política do Governo Bolsonaro, ao Estado de Alagoas, mas ninguém da bancada federal confirmou e tão pouco negou.

Os trade alagoano se esforçou durante todo ano de 2019, para acelerar as obras de adequações exigidas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e Secretaria de Aviação Civil (SAC), para a conquista da categoria Delta (4D). Houve impasses com o problemático gestor da prefeitura de Rio Largo, para retirada de obstáculos que colocavam em perigo as operações dos voos. Vencida essa fase o processo foi finalmente concluso em Alagoas subindo para a Anac em Brasília, onde desde dezembro de 2019 se encontra “travado”.

Aena

Obras também foram realizadas no aeroporto, antes mesmo de ser feito o leilão, que permitiu que a empresa Aena administrasse o equipamento aeroportuário. Procurada pelo nosso blog a empresa espanhola emitiu o seguinte comunicado: “A Aena Brasil informa que está em tratativa com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) a respeito da reclassificação do Aeroporto Internacional de Maceió – Zumbi dos Palmares para a categoria 4D, que permitirá receber voos internacionais de maior porte no terminal. A intenção da companhia é contribuir com esse processo.

Neste momento específico, os esforços estão concentrados na retomada das operações internacionais de forma geral, que estão restritas até o dia 29/07 mediante a portaria 340 do Governo Federal”.

A esperança agora é que algum parlamentar federal interceda para “destravar” o processo de reclassificação do aeroporto Zumbi dos Palmares e colocar Alagoas na rota dos voos internacionais, possibilitando a operação com aeronaves de grande porte.

Artigos relacionados
DestaquesNotícias

TAP continua sendo a companhia aérea internacional mais importante no Brasil

A TAP atingiu em Dezembro uma quota de 12,5% do transporte aéreo internacional de passageiros de/para o Brasil, em alta…
ALAGOASNotícias

Incentivo locacional à Copra vai gerar 550 empregos em Murici e Rio Largo

O presidente da Copra Alimentos, Hélcio de Oliveira, recebeu, das mãos do governador Renan Filho, as escrituras de dois terrenos:…
DestaquesNotícias

Eventos de qualquer natureza estão proibidos pelos Governo de Pernambuco

O agravamento do cenário da pandemia do covid-19 levou o Governo de Pernambuco a determinar a suspensão de eventos de…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :