Notícias

Accor vê surgir uma janela de reservas super curta, economia de custos implementada

Projetar no futuro tornou-se impossível para as empresas de viagens, pois as janelas de reservas diminuíram significativamente.

Com os resultados do semestre de 2020, a Accor Hotels afirma que 60% de todas as reservas feitas na Europa são para estadias dentro de cinco dias.

O CEO Sebastian Bazin diz que os viajantes estão tomando decisões na segunda-feira para o fim de semana seguinte.

Esboçando planos para mais US $ 237,5 milhões em economias recorrentes, Bazin descreve a situação atual como “global, repentina, violenta e sem precedentes”.

Ele acrescenta que em 2020 as viagens internacionais são as mais baixas nos últimos 30 anos e o desemprego será o pior nos últimos 40 anos, com viagens e hospitalidade sozinhas contribuindo com 3% para os números do desemprego.

A receita da gigante hoteleira francesa caiu 52%, para US $ 1,1 bilhão, ou 49% em uma base comparável.

O EBITDA apresentou uma perda de US $ 269,6 milhões. No geral, o grupo registrou um prejuízo líquido de US $ 1,8 bilhão, comparado a um lucro líquido de US $ 167,5 milhões ano a ano.

Atualmente, a empresa vê taxas de ocupação de 60% na China, 56% na França, 39% na Alemanha, 35% no Reino Unido e 35% na América do Norte e Central.

Os US $ 237,5 milhões em economia de custos incluem a rescisão de 1.000 empregos, principalmente das sedes regionais.

Apesar dos cortes, a Accor diz que planeja manter os funcionários “menos privilegiados e mais frágeis” nos livros por dois anos, enquanto as perspectivas de hospitalidade se tornam mais claras e elas podem ser treinadas para outros empregos às custas da Accor.

O financiamento virá da iniciativa ALL Heartist da Accor, que Bazin diz que já pagou US $ 11,8 milhões do total de US $ 83 milhões do fundo.

Embora as projeções sejam difíceis, diz a Accor, a Accor prevê que as viagens de negócios continuarão em queda de 10% permanentemente, à medida que as pessoas passam para a comunicação digital e o trabalho a partir de medidas permanece em vigor.

No entanto, Bazin diz estar confiante de que os 10% podem ser compostos usando hotéis locais e suas instalações como escritórios permanentes.

“Você pode dar ao sujeito a alternativa de não dizer em casa ou fazer uma hora e meia no metrô, mas ir ao hotel do bairro”, diz ele. “Podemos fazer isso em geral, com um modelo de assinatura e transferir de 5 a 10% da contagem de quartos para as instalações no horário do dia em que você não precisa dessas instalações”.

Ele acrescenta que a Accor está trabalhando com a especialista em cooperação Wojo, da qual detém uma participação de 50%, na iniciativa.

Artigos relacionados
DestaquesNotícias

Turismo: veja as startups da Hot 25 em 2021

Viagem, turismo e hospitalidade estão em uma situação difícil, pois chegam aos últimos meses de um ano devastador. Companhias aéreas,…
NotíciasViajando Com Mozart

Como alugar um motohome e viajar pelo mundo

Em tempos de pandemia do covid-19 uma das opções para viajar tem sido alugar um motohome e sair pelo Brasil…
ALAGOASNotícias

Secretário Rafael Brito reúne trade turístico para alinhamento de ações promocionais

Em 2020 o turismo em Alagoas alcançou a liderança do mercado nacional e esteve em evidência durante todo o ano…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :