Destaques

O primeiro “zero um” do voo Lisboa/Maceió da TAP

Conseguimos localizar o passageiro zero um do primeiro voo da companhia aérea Air TAP Portugal, da nova rota Lisboa/Maceió, previsto para o dia 2 de outubro de 2020 e que esperado com grande expectativa por toda Alagoas.  Trata-se do jovem empresário do trade de mercado de capitais, Lucas Cabral de 31 anos, que é alagoano de Maceió, mas vive viajando pelo mundo.

Este é voo é considerado histórico para o turismo em Alagoas, possibilitando a internacionalização do Estado, que começa a ser descoberto pelo estável mercado turístico europeu.

Lucas Cabral comprou a primeira passagem da nova rota regular TAP, precisamente no dia 25 de novembro de 2019, às 13: 34 horas. “Eu estava almoçando em Santana, na Ilha da Madeira, e verificando o site da TAP de cinco em cinco minutos pelo celular, porque fiquei sabendo da notícia do voo, através do blog do Mozart Luna, na Gazetaweb.com. O Blog deu a dica que as vendas começariam no dia 25 e aí fiquei alerta monitorando o site da TAP, conseguindo emitir assim que abriram as vendas”, disse ele.

O mais incrível é que Lucas Cabral pagou a primeira passagem desse voo inaugural, com milhas. “Custou 91.000 milhas da TAP e recebi ainda 50% deste valor de volta, já que havia uma promoção para quem comprasse voos nas novas rotas (Maceió, Montreal e Boston), nos três primeiros dias da abertura das vendas e assim recebi 50% de reembolso”, declarou ainda ele.

A321LR, a avião mais novo da frota da TAP, escaldado para fazer o primeiro voo Lisboa/Maceió.

Mas a sorte de Lucas Cabral não parou por aí. Quando ele estava em outro voo desta vez de Frankfurt para Lisboa, quem se sentou ao seu lado foi nada mais e nada menos, que o presidente mundial da TAP, (na época), o brasileiro, baiano, Antonoaldo Neves. “Quando ele sentou ao meu lado, desconfiei, e aí só tive a confirmação com a comissária de bordo”, disse ele. “Eu parabenizei a ele pela criação da nova rota Lisboa/Maceió, e ele agradeceu dizendo que acreditava muito no projeto”, disse Lucas Cabral

Segundo Lucas Cabral eles conversaram sobre aviação que é uma das suas paixões. “Ele foi muito gentil e demonstrou ser uma pessoa muito dedicada ao trabalho e principalmente a consideração dos colaboradores, já que mantinha com a tripulação uma relação de amizade sempre conversando com todos atenciosamente”, disse ele.

Lucas Cabral embarca em Lisboa, no aeroporto Humberto Delgado, no dia 2 de outubro às 18:30 horário de Portugal e chega ao aeroporto Zumbi dos Palmares às 22:30 horas no voo TP 027, na classe executiva, isso mesmo na classe luxo, com tudo que tem direito e comprado com milhas acumuladas em compras com cartão de crédito.

Em Jerusalem, no Domo da Rocha. 

Um viajante do mundo

Lucas Cabral já visitou cerca de 50 países e disse que aprendeu com seu pai, que o maior bem que se tem na vida é o conhecimento e as viagens são uma grande oportunidade para isso e assim viajou muito desde crianças com seus pais pelo mundo. Poliglota que fala fluentemente inglês, espanhol e francês.

Segundo ainda ele a decisão de sempre está no mundo, viajando, surgiu depois que fez intercambio no Canadá e a partir dai não parou mais. “Neste momento estou arrumando as malas para embarcar para Istambul na Turquia e de lá vou para Lisboa, no início de outubro, para embarcar no TP 027 para Maceió”, disse ele.

Lucas Cabral disse que é adepto do mochilão, como ele classifica suas viagens. “O luxo está no transporte aéreo, com as passagens compradas com milhas. Geralmente fico em hostel, onde conhecemos pessoas e aprendemos muitos trocando experiências de viagens”, disse ele.

Na gelada Islândia.

“Algumas vezes fico em hotéis caros, mas é raro e quando quero também experimentar uma novidade”, disse ele. Com relação a alimentação, Lucas Cabral, disse que também prefere a simplicidade da comida de rua, mas tem muito cuidado ao escolher o local onde comer. Em certas ocasiões, vai até um restaurante para comer um menu mais elaborado.

Quanto ao deslocamento nos destinos turístico, sempre usa o transporte público, como metrô, mas alugar um carro é muito melhor para viagens em estradas. Ele não recomenda os trens, porque o brasileiro não está acostumado a viajar de trem e as estações não oferecem muitas informações aos turistas.

Nas Muralhas da China.

No mochilão

Lucas Cabral dá também dicas de como viver no mundo viajando. “Tudo começa com planejamento. Você precisa definir para onde vai e o que quer fazer no destino escolhido”, disse ele.

“Vamos começa definindo o que será levado. “Só coloque na mala, ou mochila o que realmente vai usar e o essencial”, recomenda ele. “O primeiro item é medicação de uso contínuo e também preventiva e para imprevistos como problemas intestinais”, disse ele.

Segundo ele há países do primeiro mundo onde o atendimento médico é deficiente como o Canadá, por exemplo, onde há falta pessoal da saúde e você pode ficar hora e até dias aguardando para se atendido. “Por isso é bom fazer um seguro viagens extra com uma boa cobertura”, disse ele afirmando que esse é uma providência imprescindível.

“Por incrível que pareça, o Brasil tem um sistema de saúde privado que dá resposta rápido para situações de emergências. Muitos país do primeiro mundo não tem essa preocupação”, lembra ele.

Artigos relacionados
DestaquesNotícias

OCA Hotels vende unidades na Espanha para investir no Grand Occa Maragogi em Alagoas

Em comunicado a imprensa na última sexta-feira (5), o grupo hoteleiro espanhol OCA Hotels vendeu dois hotéis em Espanha para…
BLOG DO BALÃODestaques

VAMOS VOLTAR A VIAJAR?

Uma das perguntas que tenho recebido é quando vamos poder voltar a viajar de novo?  Viajar após a pandemia do Corona vírus…
DestaquesNotícias

Japaratinga é destaque como um dos dez destinos turístico para se isolar em tempo de pandemia

Em postagem do Portal da editoria Viagem&Gastronomia do Portal da CNN Brasil, em matéria de Saulo Tafarelo, Japaratinga é destaque…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :