Notícias

OIT divulga relatório dos países com acessos a turistas

A Organização Mundial do Turismo (OMT) divulgou o oitavo Relatório de Restrições a Viagens e a novidade é que em 152 destinos já reduziram restrições a turistas internacionais, implementadas por conta da pandemia de Covid-19, o que corresponde a 70% dos destinos do mundo. Outros 65 destinos ou não tiveram restrições ou ainda não reduziram as restrições implementadas.

O relatório, que considera a situações de cada destino a partir de 1º de novembro, representa um significativo aumento no número de países abertos a turistas internacionais em relação a última edição do relatório, em setembro, quando 115 destinos haviam reduzido restrições.

“O levantamento das restrições a viagens é essencial para impulsionar nossa recuperação mais ampla dos impactos sociais e econômicos da pandemia. Os governos têm um papel importante a desempenhar, fornecendo conselhos de viagem responsáveis ​​e baseados em dados e trabalhando juntos para eliminar as restrições assim que for seguro fazê-lo”, destaca o secretário-Geral da OMT, Zurab Pololikashvili.

CRITÉRIOS DE ENTRADA

Os países que autorizaram a entrada de estrangeiros estão adotando diferentes critérios para abertura das fronteiras. Um deles é o teste PCR, exigido por 126 destinos. Deste total, 67 exige o teste negativo como medida principal. Nos outros 59 o teste é apenas uma das medidas exigidas.

Outros 12 destinos estão barrando a entrada de nacionalidades específicas. Este número, no entanto, não inclui os países da União Europeia, que ainda não aceitam turistas de fora do Espaço de Schengen e nem os Estados Unidos, que ainda não permite a entrada de turistas de Brasil, China, União Europeia, Reino Unido e Irã. Ambos estão listados entre os 59 países com restrições parciais.

Há ainda outros dez destinos que exigem quarentena aos turistas que chegam, caso do Reino Unido. Outros seis destinos estão adotados outras medidas, como visto ou exigências específicas de acordo com a nacionalidade. Por fim, apenas quatro destinos estão totalmente livre de restrições: Costa Rica, República Dominicana, Haiti e Turquia.

SITUAÇÃO DE CADA PAÍS POR GRUPOS

No total, 158 destinos permitem a entrada de turistas internacionais. Destes, 59 abriram parcialmente, o que inclui países que autorizaram entradas via aérea, mas ainda proíbem entradas via terrestre ou marítima, grupo no qual está o Brasil. Também está nesse grupo os Estados Unidos os países associados ao Espaço de Schengen.

Outros 67 países autorizam a entrada de qualquer estrangeiro mediante a apresentação de um teste PCR negativo, casos de Colômbia, Cuba, Bahamas e Maldivas.

Um total de 59 destinos ainda mantém fronteiras fechadas ao turismo, 34 a menos do que no levantamento anterior. Entre eles estão Uruguai, Austrália e Nova Zelândia.Países totalmente fechado

Número de países totalmente fechados em abril, maio, julho, setembro e novembro,

CONFIRA A LISTA COMPLETA

PAÍSES COMPLETAMENTE FECHADOS PARA TURISTAS INTERNACIONAIS

Austrália, Brunei Darussalam, Chile, China, Ihas Cook, República Tcheca, Fiji, Guiana Francesa, Índia, Indonésia, Israel, Coreia do Norte, Laos, Líbia, Malásia, Ilhas Marshall, Micronésia, Mongólia,Montserrat, Mianmar, Nova Caledônia, Nova Zelândia, Niue, Omã, Filipinas, Catar, Samoa, Ilhas Salomão, Sri Lanka, Suriname, República Árabe Síria, Taiwan, Tajiquistão, Timor Leste, Tonga, Trinidad e Tobago, Turcomenistão, Tuvalu, Uruguai, Vanuatu, Venezuela, Vietnã, Ilhas Virgens Britânicas, Iêmen.

*Apesar de aparecer entre os países completamente fechados, o Chile passou a permitir a entrada de turistas de países vizinhos no fim de novembro. O estudo, no entanto, considerou a situação vigente em 1º de novembro.

PAÍSES PARCIALMENTE FECHADOS PARA TURISTAS INTERNACIONAIS

Afeganistão, Albânia, Alemanha, Andorra, Argentina, Armênia, Áustria, Azerbaijão, Bangladesh, Bielo-Rússia, Bélgica, Butão, Bolívia, Brasil, Bulgária, Dinamarca, Espanha, Equador, Estônia, Finlândia, França, Gabão, Gâmbia, Geórgia, Gana, Grécia, Guiné, Hungria, Itália, Cazaquistão, Kuwait, Quirguistão, Letônia, Libéria, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Macau, Malawi, Malta, México, Moldávia, Montenegro, Holanda, Nigéria, Noruega, Polônia, Portugal, Rússia, San Marino, Arábia Saudita, Serra Leoa, Eslováquia, Somália, Sudão, Suécia, Suíça, Togo e Estados Unidos.

*Neste grupo estão países que permitem a entrada somente de turistas da mesma região, casos de Argentina e dos países da União Europeia. Também há países com fronteiras terrestres ou marítimas bloqueadas, casos de Brasil e EUA.  Os EUA ainda contam com restrições totais para turistas de Brasil, União Europeia, Irã, China e Reino Unido.

PAÍSES COM ENTRADA PERMITIDA MEDIANTE APRESENTAÇÃO DE PCR NEGATIVO

Anguila, Antígua e Barbuda, Aruba, Bahamas, Bahrain, Barbados, Belize, Bermuda, Bonaire, Bósnia e Herzegovina, Cabo Verde, República Centro-Africana, Chade, Colômbia, Comores, Ilhas, República Democrática do Congo, Costa do Marfim, Croácia, Cuba, Curaçao, Chipre, Djibouti, Dominica, Egito, El Salvador, Eswatini, Polinésia Francesa, Granada, Guadalupe, Guatemala, Guiné-Bissau, Guiana, Honduras, Iraque, Jamaica, Jordânia, Quênia, Kiribati, Coreia do Sul, Líbano, Maldivas, Mali, Martinica, Mônaco, Namíbia, Nicarágua, Paquistão, Panamá, Papua Nova Guiné, Porto Rico, Reunião, Ruanda, São Tomé e Príncipe, Sérvia, Eslovênia, Sudão do Sul, St Kitts e Nevis, St Lucia, St Maarten, São Vicente e Granadinas, Tanzânia, Turks e Caicos, Uganda, Ucrânia, Emirados Árabes Unidos, Uzbequistão, Zimbábue

PAÍSES COM RESTRIÇÕES ESPECÍFICAS PARA DETERMINADOS PAÍSES

Hong Kong, Japão, Madagascar, Marrocos, Nauru, Senegal, Seychelles, Singapura, África do Sul, Santo Eustáquio, Tailândia, Tunísia.

PAÍSES QUE EXIGEM QUARENTENA NA CHEGADA

Etiópia, Islândia, Irlanda, Maurício, Palau, Paraguai, Peru, Romênia, Saba, Reino Unido.

*Este mês, o Reino Unido vai reduzir a quarentena de 14 para cinco dias mediante PCR negativo. Já o Peru passou a autorizar a entrada sem quarentena de turistas vindos de países com até oito horas de distância via aérea, caso do Brasil.

PAÍSES QUE CORTARAM A ISENÇÃO DE VISTOS OU TORNARAM VISTOS VIGENTES INVÁLIDOS

Camboja, Irã, Moçambique, Nepal, Zâmbia.

RESTRIÇÕES ESPECÍFICAS DE ACORDO COM A NACIONALIDADE

Macedônia do Norte

Artigos relacionados
ALAGOASNotícias

Secretário Rafael Brito reúne trade turístico para alinhamento de ações promocionais

Em 2020 o turismo em Alagoas alcançou a liderança do mercado nacional e esteve em evidência durante todo o ano…
CotidianoNotícias

Prefeitura da Barra de Santo Antônio garante medicação à população

A administração da prefeita Lívia Carla e do vice Cleber Malta, esta mudando a realidade da Barra de Santo Antônio…
Notícias

Accor registra prejuízo de 2 bilhões de euros

A Accor definiu o programa de fidelidade ALL como um dos focos estratégicos do negócio para 2021. Ao anunciar os resultados…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :