DestaquesNotícias

Operadores e agentes de viagens denunciaram hotelaria por não pagar comissionado

Grupo denuncia também companhias aéreas pela quebra das parceiras e avisam que o troco será dado na baixa temporada

Um grupo de Operadores e agentes de viagens denunciam que a rede hoteleira os abandonou e se recusam a pagar comissão de vendas, segundo reportagem do site parnrotas. A denúncia foi realizada por um grupo de Operadores e Agentes de Viagens que disseram que “desprestígio de resorts e hotéis nacionais” para com eles é total. O grupo é formado por 73 empresas juntas pela causa. Dentre os profissionais, despontam o ex-diretor da Varig Mario Bruni, da Conquest Operadora (Salvador); Matty de Almeida, da Matty Travel Planner (Salvador); Bruno Loepert, da Superagentes Tecnologia (Recife); Stelios Kokkinakis, da Grécia Viagens & Clarice Travel (São Paulo); Estela Mara Rosa, da Irati Turismo (Irati-PR); Tiago Tavares, da Younique Travelling (Varginha-MG); e Fritz Mayer da Enjoy Brazil Viagens (São Paulo).

Os Operadores e agentes fizeram uma lista dos estados onde os hoteleiros desrespeitam a parceria e os hoteleiros de Alagoas estão na relação. “Hotéis e resorts de lazer de vários Estados, de Alagoas a São Paulo, de Noronha a Trancoso, de Porto Seguro a Barra Grande, entre outros. São equipamentos de grande ou pequeno portes, de rede ou independentes, que negligenciam o papel e a parceria do agente de viagens”, denuncia.

“Nossa mensagem é para lembrar os segmentos do Turismo, principalmente a hotelaria, sobre a importância da parceria com os agentes de viagens e operadores. Infelizmente alguns estabelecimentos não têm prestigiado nossa classe, recusando o pagamento do devido comissionamento e até fechando os canais de venda via agências e operadoras. Optam pela venda direta, talvez por acharem que podem prescindir de nossa atividade meio”.

Segundo os operadores e agentes de viagens os hoteleiros parecem se esquecer que apesar da alta demanda de hoje, haverá em contraponto a baixa temporada quando o direcionamento da clientela de uma agência pode vir a fazer toda diferença”, lembra o grupo.

Abav seria conivente

Tiago Tavares, da Younique Travelling, de Varginha (MG), se queixa sobre a maneira com que os agentes de viagens são tratados no Brasil. Ele, que vive entre o País e os Estados Unidos, diz não entender por que o modelo americano não é implementado aqui.

“Trabalhamos durante décadas para estes fornecedores. Está havendo uma má interpretação do nosso canal de distribuição. Nos Estados Unidos, os fornecedores fazem propaganda direta ao consumidor, mas sempre deixando a mensagem para que o viajante busque um consultor, um profissional especializado. Aqui parece que isso não entra na cabeça da maioria dos hoteleiros, que no passado eram totalmente dependentes de nós”, afirma, justificando sua não-associação à Abav Nacional porque segundo ele a “associação não é incisiva em causas como essas”.

“Até as grandes OTAs nos comissionam e alguns dos fornecedores não. Pelo contrário, algumas das aéreas nacionais atraem o viajante em seus sites dizendo que lá é mais barato e sem taxas”, aponta Tavares. “Parceria é quando os dois lados ganham. Quando apenas um dos lados ganha não é parceria, é interesse. Este tipo de parceria é desleal, pois nós não vendemos commodities, e sim serviços.”

O proprietário da Younique Travelling diz ainda que este tipo de união é essencial, pois os agentes de viagens estão buscando cada vez mais voz ativa e organização independente para que atos como este não passem despercebidos.

Por fim, ele se queixa sobre o não-repasse das verbas do Fungetur. “Onde está o dinheiro prometido? O agora ex-ministro prometeu que o micro empreendedor do setor teria acesso a estes recursos, mas o que mais se ouve é agente de viagens que não consegue este aporte tão fundamental para sua sobrevivência.”

Aviação


Embora a hotelaria seja o principal motivo de queixa, principalmente por ser um setor bem mais pulverizado do que a aviação, esta última também é merecedora de olhar mais atento, segundo os agentes.

“Da mesma maneira, questionamos as companhias aéreas brasileiras para que revejam suas políticas comerciais e apliquem a cobrança da taxa DU em suas vendas diretas, já que precisam mais do que nunca de caixa, diante das perdas provocadas pela pandemia”, aponta o grupo. “Assim, além de se fortalecerem, devolverão a condição para que os agentes de viagens possam vender os bilhetes aéreos em igualdade de condições, com o mesmo valor negociado em seus sites, voltando a nos prestigiar, pois sempre estivemos juntos e os apoiamos, assim como aos hotéis, na baixa, na alta temporadas e em todas as crises.” Vale lembrar que a não cobrança da taxa na venda on-line faz parte de um acordo assinado pelas companhias aéreas com a Abav, representando os agentes de viagens.

Além disso, eles se queixam de cancelamentos aleatórios por parte das aéreas, sem qualquer justificativa, mesmo depois das restrições causadas no início da pandemia. “O fluxo já está quase normalizado e esses cancelamentos geram enormes transtornos. Isso é um enorme desserviço.”

Responsabilidade


A união independente dos agentes também pretende jogar luz à discussão sobre a lei 12.974/14. “A responsabilidade solidária integral é injusta e absurda, tendo as entidades de classe como Abav, Fenactur, Abracorp, Braztoa, entre outras, vindo a lutar contra esse desvio, advogando a responsabilidade proporcional para os envolvidos nas causas judiciais.” Este ano, a Abav conseguiu uma vitória com o Senacom, que deu parecer favorável à proporcionalidade dessa responsabilidade. Foi a primeira vez que isso ocorreu e pode servir de base para uma futura lei e para disputas na Justiça.

Consumidor final


Por fim, os agentes de viagens dizem que também buscam papel mais relevante com o consumidor final, a começar pela desmistificação da ideia de que comprar com o agente é mais caro. “Esta visão é completamente equivocada e parece ganhar corpo com uma virulenta propagação nas redes sociais por várias pessoas não aptas a falar pelo setor, por não trabalharem no setor e nem terem experiência do setor para falarem a respeito. Em verdade, os preços são os mesmos ou menores na maioria das vezes. Se, por acaso, houver alguma diferença, esta certamente não será significativa e, mais do que isso, positivamente será justa pela gigantesca diferença que é o passageiro ter à sua disposição a expertise e a consultoria profissional do Agentes na montagem, planejamento, organização, otimização e acompanhamento da viagem.”

Diante do exposto, concluem os agentes de viagens, “é ilógico e até contraproducente a hotelaria e empresas aéreas negligenciarem a nossa importância. O Cadastur está aí para mostrar que nunca se viu um número tão grande de agências de viagens cadastradas. São mais de 33 mil cadastrados na categoria ‘Agências de Turismo’.”

Grupo que fez a denúncia


Estão juntos nesta causa 73 empresas do setor, espalhadas por todas as regiões do País:
1. Matty Travel Planner – Matty de Almeida
2. Asas Brasil Viagens – Glaucia Krugner
3. IVT – Irati Viagens e Turismo – Estela Mara Rosa
4. Oca Viagens – Suzan Escobar
5. Dedo de Moça Viagens e Turismo – Roberta Marambaia
6. Super Agentes Tecnologia – Bruno Loepert
7 – Staff da Amazônia Viagens e Turismo – Giordano Bruno
8 – VR Turismo – Michelle Sampaio
9 – G4 Viagens – Lisandra Wistuba Boese
10- LCNT Viagens – Leila Colombo
11 – Total Viagens – Odemir Júnior
12 – AB Tours – Andrea Barros
13- Younique Travelling – Tiago Tavares
14- Prescott Turismo – Jheanny Prescott
15 – Mais Viagens São Luís e Florianópolis – Cristiane Carvalho
16 – LHC Viagens – Lucia Helena Couto
17 – Grandes Destinos Viagens – Daniele Boesel
18- Rio Litoral tour – Bruno Nunes Ramos
19- You Travel Viagens e Turismo – Luciana Scagliusi do Carmo
20 – Viagem Feita – Edmilson Araújo Júnior
21 – Club Viagens – Rogério Maia
22 – Enjoy Brazil Tours – Fritz Mayer
23 – Mundial Turismo – Silvane Silva
24 – Dani Viagens – Daniela Becegatto
25- Maisa Tour – Maisa Helena dos Santos.
26 – RT Viagens Aracati – Eugênio Freire.
27 – Grécia Viagens & Clarice Travel – Stelios Kokkinakis
28 – P.A.M. Turismo – Eventos, Feiras e Congressos – Pedro A. Miracca
29 – Lwtur Viagens e Turismo – Juliani Carla Ribeiro
30 – Bella Porto Viagens – Gederson Eslabão
31 – Orcatur Turismo – Márcio Cunha
32 – Débora Turismo – Débora Vasconcellos
33 – Peregrinos Brasil Viagens – Rita de Cassia
34 – Mais Viagens e Turismo – Layza de Andrade Meireles
35 – Elite Turismo – Elisângela Teixeira
36 – Lelo Tour – Ana Paula
37 – Bridge Viagens – Ricardo Pontilho
38 – Viaja Brasil – Nilda Reis
39 – Beriah Viagens – Eliane Suckeveris
40 – Village Turismo – Giseli Sartorelli
41- Bela Viagens – Patrícia Rafael
42 – Guaratur- Rosângela Chagas
43 – Lvm Turismo – Roney Moreno
44 – Sim Lazer e Viagens – Silmara Cavalcante
45- G2 Viagens e Turismo – Ana Gaona
46- Vip Tours – Rosana Branco
47- Conquest Operadora- Mario Bruni
48- Turismo Jimbaran – Jonas Finazzi
49- Gaia Tur – Inês Gontijo
50- Estação Turismo – Sílvio André
51. Tursan Viagens – Sandremari Didone
52- Liberty Viagens e Turismo – Rosilene Rocha
53 – Core Turismo e Eventos – Paulo Moreira
54 – Marla Carvalho Viagens – Marla Carvalho
55 – Rosa Massotti Viagens – Rosa Massoti
56 – Central Agência de Viagens – Sabrina Baracat
57 – Rotta Brasil Viagens – Loraine Borghetti
58- Hilda Medeiros Viagens – Hilda Medeiros
59- Saint Germain Turismo – Regina Moreno
60- Oca Viagens – Geandré Escobar
61- Mega Consultoria em Turismo – Adriana Spiess
62 – Viagem Sob Medida – Flavia Andreazza
63 – Protur- Flávia Coradi
64 – Natural Tour – Jackson Batista
65 – New Day Turismo – Claudia Young
66 – Explore Viagens – Erika Lemos
67 – Kiki Turismo – Cristiane de Souza
68 – Go On Viagens e Turismo – Ana Chaves
69 – Vem que tem Passeios e Viagens – Márcio Menezes
70- Ln Viagens e Turismo – Leonora Caramalak
71 – De Gabriele Travel Experience – Adriana Gabriele
72 – Vip Tour Viagens – Juliana Regina Araujo Anhê
73 – Maranatha Viagens – Cris Collares

Artigos relacionados
Notícias

Accor registra prejuízo de 2 bilhões de euros

A Accor definiu o programa de fidelidade ALL como um dos focos estratégicos do negócio para 2021. Ao anunciar os resultados…
DestaquesNotícias

Relatório da IATA preocupa aviação para 2021

Uma informação data pela IATA, que controla o sistema de aviação civil no mundo,  divulgada hoje nos Estados Unidos foi…
Notícias

Governo de São Paulo adota medidas restritivas

O crescimento do número de caso de covid em São Paulo, principalmente devido a saturação dos leitos de UTI, levou…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :