DestaquesNotícias

Dados do IBGE atesta crescimento da atividade turística

Dados divulgados pelo Instituo Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) comprovam que a atividade turística no Brasil retomou praticamente a plenitude da atividade turística e até em alguns destinos turísticos superando as expectativas. O índice de atividades turísticas no país cresceu 7,6% em novembro na comparação com outubro. Este foi o sétimo mês consecutivo de crescimento. O crescimento foi impulsionado pelos serviços de alojamento e alimentação, que avançaram 9,1%, e pelo segmento de transporte aéreo, que teve alta de 6,8%. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do Instituo Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).Desempenho das atividades turísticas em novembro, na comparação com outubro.

Desempenho das atividades turísticas em novembro, na comparação com outubro.

Desde maio, o país já acumula um crescimento de 120,8%. O percentual, no entanto, não foi suficiente para recuperar as perdas provocadas pela pandemia de covid-19. A PMS aponta que o setor ainda precisa de um crescimento 42,8% para retomar o mesmo patamar de fevereiro de 2020, mês que antecedeu a chegada da pandemia no país e as medidas de isolamento social.

Regionalmente, nove das doze unidades da federação englobadas pelo estudo acompanharam este movimento de expansão observado entre outubro e novembro. O destaque ficou por conta de São Paulo (11,0%), seguido por Rio de Janeiro (5,4%), Bahia (11,8%), Pernambuco (11,8%) e Goiás (9,9%). Em sentido oposto, Santa Catarina (-7,1%) e Minas Gerais (-3,2%) assinalaram as quedas mais importantes.

No acumulado de janeiro a novembro de 2020, o agregado de atividades turísticas mostrou retração de 37,4% na comparação com o mesmo período de 2019. Os resultados negativos foram impulsionados principalmente por restaurantes, transporte aéreo, hotéis, rodoviário coletivo de passageiros, catering, bufê e outros serviços de comida preparada, além das agências de viagens.

Todos os doze locais que integram a PMS registraram taxas negativas, com destaque para São Paulo (-40,3%), seguido por Rio de Janeiro (-31,1%), Minas Gerais (-35,8%), Bahia (-39,6%) e Rio Grande do Sul (-43,9%).Desempenho das atividades turísticas no acumulado do ano (janeiro a novembro).

Desempenho das atividades turísticas no acumulado do ano (janeiro a novembro).

Artigos relacionados
DestaquesNotícias

Turismo: veja as startups da Hot 25 em 2021

Viagem, turismo e hospitalidade estão em uma situação difícil, pois chegam aos últimos meses de um ano devastador. Companhias aéreas,…
NotíciasViajando Com Mozart

Como alugar um motohome e viajar pelo mundo

Em tempos de pandemia do covid-19 uma das opções para viajar tem sido alugar um motohome e sair pelo Brasil…
ALAGOASNotícias

Secretário Rafael Brito reúne trade turístico para alinhamento de ações promocionais

Em 2020 o turismo em Alagoas alcançou a liderança do mercado nacional e esteve em evidência durante todo o ano…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :