DestaquesNotícias

Anac divulga situação das companhias aéreas brasileira, que foram beneficiadas com decreto

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgou os indicadores sobre a fluxo o aumento do fluxo aéreo em todo território nacional, desde o segundo semestre do ano passado até hoje. Os números apontam uma redução de 52,5%, ou seja o transporte de 45,2 milhões de passageiros domésticos pagos em comparação a 2019 e o primeiro semestre de 2020, em um cenário de pandemia do covid-19.

O número a princípio pode parecer desanimador, mas se avaliarmos o cenário mundial o Brasil está em uma situação confortável, diante, por exemplo, da Europa que parou praticamente todo seu espaço aéreo. O Brasil é um dos poucos países do mundo em que a aviação civil não perdeu tanto e até teve algumas medidas que asseguraram financeiramente as empresas, como o reembolso em 12 meses. Uma medida, que de certa foram até capitalizou algumas empresas que estavam com problemas de caixa.  



No acumulado do ano, a demanda e a oferta apresentaram redução de 48,7% e 47%, respectivamente, o pior desempenho aferido nos indicadores em mais de uma década. Nos 12 meses do ano, a taxa foi de 80%, o que representa uma retração de 3,2% na comparação com igual período do ano anterior.

DEZEMBRO
Dezembro foi o melhor mês do mercado doméstico desde fevereiro, mês anterior ao decreto da pandemia. Ainda assim, a quantidade de passageiros pagos em voos domésticos no último mês de 2020 foi 5,6 milhões, número 36,4% inferior ao mesmo mês do ano anterior.

O percentual médio de ocupação de aeronaves no mercado doméstico em dezembro passado foi de 81,6%, redução de 2,5% ao apurado no mesmo mês de 2019.

MERCADO INTERNACIONAL
A demanda e a oferta no mercado internacional acumularam queda de 71% e 62,6%, respectivamente, de janeiro a dezembro do ano passado em comparação com igual período de 2019. No último mês de 2020, os indicadores também apresentaram variação negativa quando comparado com o mesmo mês do ano anterior, da ordem de 77,3%, no RPK, e 67,1%, no ASK.

Durante todo o ano de 2020, foram transportados 6,75 mi de passageiros pagos no mercado internacional. O número é 72% menor do que foi registrado no acumulado dos 12 meses do ano anterior. O total de passageiros pagos transportados em dezembro foi 408 mil, valor 80,3% inferior ao que foi apurado no mesmo período de 2019. O indicador apresentou retração nos últimos 17 meses consecutivos.

GOL, LATAM E AZUL
A Gol manteve a liderança na participação do mercado brasileiro, com 38,1% de share, seguida respectivamente por Latam Brasil (33,7%) e Azul (27,7%).

Artigos relacionados
Notícias

Accor registra prejuízo de 2 bilhões de euros

A Accor definiu o programa de fidelidade ALL como um dos focos estratégicos do negócio para 2021. Ao anunciar os resultados…
DestaquesNotícias

Relatório da IATA preocupa aviação para 2021

Uma informação data pela IATA, que controla o sistema de aviação civil no mundo,  divulgada hoje nos Estados Unidos foi…
Notícias

Governo de São Paulo adota medidas restritivas

O crescimento do número de caso de covid em São Paulo, principalmente devido a saturação dos leitos de UTI, levou…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :