BLOG DO BALÃO

LISBOA E SEU BAIRROS TÍPICOS.

Lisboa está dividida em vários bairros claramente diferenciados. Para conhecer a cidade é necessário dedicar um pouco de tempo a cada um deles. 

Os bairros mais importantes são a Baixa, o Chiado, o Bairro Alto, a Alfama e Belém. Cada um desses cinco bairros tem um espírito único. 

Um passeio a pé é a melhor forma para conhecer Lisboa e seus recantos mágicos, mas uma visita a cidade nunca fica completa sem um passeio no elétrico (bonde) 28 (Passagem comprada a bordo: €2,90, Cartão 7 Colinas ou Viva Viagem: €1,45), onde embarcaremos por ruas inclinadas e estreitas sempre à espera de quando ele vai roçar em uma fachada de um prédio (o que nunca acontece). Ou então os elevadores que são basicamente funiculares que servem para subir as longas e inclinadas ruas da capital portuguesa. São similares aos bondes. 

O bonde 15 é outro bonde mais utilizado por todos os turistas por um motivo: leva a Belém. O bonde 15 não é romântico, mas é útil, moderno e sempre vai cheio de gente e, continuamente, somos advertidos para ter precaução com nossos pertences. (Passagem comprada a bordo: €3, Cartão 7 Colinas ou Viva Viagem: €2) 

 Os três elevadores são: Elevador do Lavra, Elevador da Glória e Elevador da Bica. 

Elevador do Lavra 

O Elevador do Lavra foi inaugurado em 1884 e é o funicular mais antigo de Lisboa. Conecta a rua Câmara Pestana e o Largo da Anunciada (perpendicular à Avenida da Liberdade).  

Elevador da Glória 

O mais conhecido e interessante dos três funiculares é o Elevador da Glória. Conecta a Praça dos Restauradores com a rua São Pedro de Alcântara no Bairro Alto. 

Na parte superior você pode curtir a vista de Lisboa do mirante de São Pedro de Alcântara, para nós, o melhor da cidade. 

O Elevador da Glória começou a funcionar em 24 de outubro de 1885.  

Elevador da Bica 

O Elevador da Bica percorre a Rua da Bica de Duarte Belo para subir do Cais de Sodré ao Bairro Alto. É o funicular mais utilizado junto com o Elevador da Glória. 

Passagem comprada a bordo: €3,70 (dá direito a até duas viagens) 
Cartão 7 Colinas ou Viva Viagem: €1,45. 

Podem sempre recorrer também ao Elevador de Santa Justa é uma das formas mais rápidas de ir da Baixa ao Bairro Alto. Assim como os bondes, não é apenas um meio de transporte, mas também uma atração turística.  

Como meio de transporte, o elevador abriu suas portas ao público em 10 de julho de 1902 com o nome de Elevador do Carmo. No dia da sua inauguração foram vendidas mais de 3.000 entradas. 

O elevador foi recebido com grande entusiasmo pelos habitantes de Lisboa, já que a conexão entre a parte alta e a parte baixa da cidade havia sido desde sempre um importante problema de transporte. 

No início, o Elevador do Carmo funcionava a vapor. Em 6 de novembro de 1907 foi finalizada a instalação de motores elétricos. 

Horário 

Horário de verão (01º de maio a 31 de outubro) e semana da Páscoa: das 7:30 às 23:00 horas. 
Horário de inverno (01º de novembro a 30 de abril): das 7:30 às 21:00 horas. 

Preço 

Elevador: €5,15 ida e volta. 
Mirante: €1,50 (elevador não incluído). 

Um dos bairros mais tradicionais portugueses na capital com casas, ruas e comércios muito característicos. Se há um bairro em Lisboa que pode ser considerado o centro, esse bairro é a Baixa. Não é propriamente o centro histórico, porque quase todos os bairros são bem antigos, sendo o mais antigo o Bairro de Alfam. Na Baixa as ruas são cheias de artistas, grupos de senhores em cafés e é também onde acontece tudo, inclusive os protestos da cidade.  

Praça dos Restauradores 

Esta praça é emblemática, graças ao obelisco em forma de monumento homenageando a coroa portuguesa, após 60 anos de domínio espanhol. Dela parte outro elevador, o Elevador da Glória, que é na verdade um bondinho que liga o Bairro da Baixa ao Bairro Alto. 

Praça da Figueira 

Nesta praça fica a Confeitaria Nacional, que data de 1829. Trata-se de uma das cafeterias mais antigas de Lisboa. A Praça da Figueira é um dos melhores pontos para ver as muralhas do Castelo de São Jorge. 

Praça do Comércio e Praça do Rossio 

A Praça do Comércio ou também chamada de Terreiro do Paço é um dos lugares mais importantes de Lisboa. E é também o melhor lugar para ver e fotografar o Arco da Rua Augusta. É aqui que fica também o Café Martinho da Arcada, onde Fernando Pessoa costumava frequentar. Já a Praça do Rossio é outra de extrema importância histórica. É nela que fica o tradicional Café Nicola, de estilo art deco, onde Bocage, um dos principais poetas do arcadismo português, costumava frequentar. No centro da praça fica uma estátua a Dom Pedro IV (o Dom Pedro I do Brasil) e a estação do Rossio, de onde saem os trens para Sintra. 

Rua Augusta 

A Rua Augusta é uma das ruas mais famosas de Lisboa e fica na Baixa. Ela é famosa por seus comércios de todo o tipo, lojas se roupa, sapatos, floristas e postos ambulantes de comidas típicas de cada estação, como as castanhas no outono. Todas as ruas adjacentes à Rua Augusta têm o nome dos comércios que durante muito tempo circulavam na região, como a Rua do Ouro, a Rua dos Sapateiros, entre outras. 

Avenida da Liberdade 

A Avenida da Liberdade é uma bela avenida de pouco mais de um quilômetro de comprimento. É a avenida mais majestosa de Lisboa, com edifícios do século XIX e calçadas cobertas com mosaicos que formam desenhos em branco e preto. Está cheia de cafeterias com terraços cobertos, monumentos e jardins. 

Parque Eduardo VII 

Situado no extremo norte da Avenida da Liberdade, no topo da Praça Marquês do Pombal, este é o maior parque de Lisboa. De início denominado Parque da Liberdade, foi rebatizado com o nome do Rei de Inglaterra que, em 1903, veio a Lisboa para reafirmar a aliança entre os dois Países. 
Com vinte e cinco hectares, desenvolve-se ao longo de um eixo central materializado na grande alameda com uma grande vertente relvada, oferecendo recantos únicos. 

Na próxima semana continuamos nossa viagem pelos Bairros típicos de Lisboa  

Artigos relacionados
BLOG DO BALÃODestaques

BRAGA MELHOR DESTINO TURÍSTICO PARA 2021

Hoje vamos conhecer a capital da província do Minho a cidade de Braga, que a muito poucos dias conquistou o título…
BLOG DO BALÃODestaques

BRAGA MELHOR DESTINO TURÍSTICO PARA 2021.

oje vamos conhecer a capital da província do Minho a cidade de Braga, que a muito poucos dias conquistou o título…
BLOG DO BALÃO

Ninguém quer deixar cair a TAP. Mas que peso tem na economia?

Sempre fui admirador da TAP e sou daqueles que acredita que, apesar de todos os defeitos, a TAP em nada…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :