Hospital Regional conta a história dos “bebês heróis”

0

HOSP REGIONAL MAES
Esperta, falante e feliz. Assim é Jennyfer Souza, filha única de Josefa Solange e José Carlos, moradores do Sítio Cajueiro, em Limoeiro de Anadia. Juntos, o casal comemorou nesta semana a vida da menina nascida há cinco anos no Hospital Regional Nossa Senhora do Bom Conselho, em Arapiraca.

“Tive uma gestação de apenas 29 semanas e por isso minha filha nasceu apenas com um quilo e trezentas gramas. Devo a vida dela a Deus e a equipe Neo do Regional”, afirmou a mãe, que é agente comunitária de saúde.
HOSP REGIOA MAES 2
O exemplo de Josefa é motivador para mulheres que tem seus filhos nascidos prematuros e que se encontram no Complexo Neonatal e UCI Canguru do Hospital, como a cozinheira Jamile Souza, de 32 anos, mãe de uma menina e do pequeno João Miguel, nascido em janeiro deste ano.

“Pensei que iria perder o meu filho, mas ele está aqui e até agora só teve uma gripe”, relatou a mãe ao lembrar que o menino chegou a ficar 64 dias internado na unidade.

Super-heróis

Motivadas por mães que já saíram do Hospital, familiares dos seis bebês que se encontram na Unidade Canguru resolveram entrar na onda dos super-heróis e fizeram, com ajuda da equipe de profissionais, fantasiais. “Vestidos” de Capitão América e Mulher Maravilha os prematuros posaram para fotos ao lado de suas mães e da equipe que os atende.

“Momentos assim ajudam na recuperação, mas sobretudo contribuem com a autoestima dos familiares, que precisam ficar aqui as vezes por muito tempo”, explicou a médica pediatra Monica Galdino”.

Caminhada

Dentro da programação do Novembro Roxo, que marca a importância da conscientização e a luta para prevenir o parto prematuro, o Hospital Regional promoverá no próximo domingo, 17, a 1ª Caminhada de Conscientização da Prematuridade. O trajeto acontecerá no Bosque das Arapiracas, com saída marcada para às 16h.

Entres os convidados, profissionais e mães com bebês que nasceram prematuros e estiveram internados dos no Complexo Neonatal. “Será um evento simbólico e está sendo organizado de forma muito carinhosa e cheia de cuidados”, afirmou a Coordenadora do Núcleo de Humanização, Eliane Félix.

COMPARTILHE

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA